JulianaSphynx.blogspot.com

Biologia e coisas que poucos gostam. Talvez esse seja o tema do Blog.

Juliana Sphynx: Rolinha-Roxa

31.7.09

Rolinha-Roxa

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe:
Aves

Ordem: Columbiformes
Família:
Columbidae

Género:
Columbina

Espécie: Columbina talpacoti
julianasphynx.blogspot.com
Ocorrência: Brasil, México à Bolívia, Paraguai e Argentina
julianasphynx.blogspot.comjulianasphynx.blogspot.com
P
or ser a espécie de rola mias conhecia no Brasil, a Columbina talpacoti ganhou diversos nomes populares por onde passa, sendo alguns deles: Rolinha-roxa, Rolinha-sangue-de-boi, Rola-caldo-de-feijão, Fogo-apagou, Rolinha-cascavel, Rolinha-pedrês, Rola-Cabocla e muitos outros...

julianasphynx.blogspot.com
É
uma rola grande. Mede aproximadamente 17 centímetros, sendo a única com este tamanho a apresentar plumagem cor de ferrugem e manchas nas asas.
julianasphynx.blogspot.com
Apresenta dimorfismo sexual muito visível em grupos: a fêmea é inteiramente marrom, enquanto o macho possui um tom de marrom mais avermelhado e a cabeça azulada.
julianasphynx.blogspot.com
H
abita áreas abertas, plantações, campos, bosques e cidades.

julianasphynx.blogspot.com
Casal de Rolinhas-Roxa: macho a esquerda e fêmea a direita
julianasphynx.blogspot.com
P
or sua facilidade em viver nos ambientes modificados pelo homem, acredita-se ser uma das primeiras espécies a adaptar-se com perfeição ao meio urbano e em muitas cidades é a espécie nativa mais comum.
julianasphynx.blogspot.com
C
ostumam andar em casais, solitárias e em bandos. Mais comumente são avistas em bandos no meio das cidades.

julianasphynx.blogspot.com
Os machos são mais agressivos que as fêmeas, muitas vezes disputando alimento com outros indivíduos da mesma e de outras espécies.
julianasphynx.blogspot.com
P
or apresentarem hábitos alimentares semelhantes, podem ser avistas junto a canários e pardais.

julianasphynx.blogspot.com
Casal de Rolinhas alimentando-se no comedouro junto a outras espécies (canário-da-terra, pardal e bico-de-lacre)
julianasphynx.blogspot.com
A
traí-las é muito fácil. Alguns locais somente pelo fato de haverem gaiolas já atraem as rolinhas que vêem em busca do alimento caído no chão.

julianasphynx.blogspot.com
Alimenta-se de vários tipos de sementes, destacando preferência por alpiste e arroz cozido. Tambem gostam muito de pedaços pão.
julianasphynx.blogspot.com
T
em o estranho hábito de tomar sol deitadas no chão em dias mais frios.
julianasphynx.blogspot.com
F
icam mansas rapidamente com a convivência humana nos locais de alimento, mesmo estando soltas.

julianasphynx.blogspot.com
D
urante o período de reprodução o macho se exibe para a fêmea levantando uma das asas.
julianasphynx.blogspot.com
F
azem ninhos durante o verão e dias mais quentes.

julianasphynx.blogspot.com
C
olocam de dois a quatro ovos brancos, porém, geralmente chocam apenas dois.

julianasphynx.blogspot.com
Rolinha-Roxa macho no ninho
julianasphynx.blogspot.com
Família aquecendo-se do frio: pai, filhotes e mãe
julianasphynx.blogspot.com
O
ninho é feito de gravetos e galhos secos em meio a arbustos ou em galhos de árvores. Geralmente não sendo muito alto.

julianasphynx.blogspot.com
O
período de encubação leva de 11 a 13 dias. Tanto o macho quanto a fêmea chocam e cuidam dos filhotes.

julianasphynx.blogspot.com
C
om mais ou menos duas semanas de vida os filhotes deixam o ninho e havendo comida e condições o casal já preparam uma nova ninhada.

4 Comentário(s)

Anonymous Rick comentou:

Como sempre, ótima postagem e com informações mt interessantes. Parabéns! =)

3:59 PM  
Blogger Unknown comentou:

Ótima postagem.

4:03 PM  
Blogger Derisi. comentou:

É possível saber quantos anos vive uma rolinha?
Agradeço, Parabéns pelas fotos lindas...

9:59 PM  
Blogger Luiz Alvaro comentou:

Peguei uma rolinha filhote caida do ninho, cuidei e achei q ia soltar quando tivesse no tempo certo, mas ela se spegou a mim e eu a ela. Resolvi entao coloca_la numa gaiola e se acustumou assim.Mas super carinhosa, adorava ficar pendurada no dedo da mao, adorava meu ombro e nao voava p ir embora quando solta, quando me via, ficava toda contente, batia assinha e fazia um som q acabei dando o nome dele de bubú devido a esse canto. Adorava painço. Mas enfrentou desafios da vida. Um dia ele ba gaiola encontrei com o papo rasgado. Eu chamei Veterinario q demorou a vim, entao eu mesmo suturei o papo com linha e agulha propria p esse fim. Foi Momento dificil ver meu bubú daquele jeito, foi muita oraçao e ele se recoperou. Depois numa outra ocasiao ele pegou Coccidiose doença mortal. Ele passou uns 5 anos com essa doença e eu controlando com medicamento em periodo de crise, o meu fofinho sofria, tadinho, sentia dor. Mas quando ele se recuperava era so alegria. Viveu comigo 10 anos. Li q essa especie vive ate 5 anos. Mas li tbm q pode chegar a 25 anos. Foi muito amor, nao sabia q rolinha podia ser tao carinhosa assim.

9:02 PM  

_______________________

** Desculpem! Mas temporariamente não estou aceitando comentários de pessoas que não sejam registradas!

Leio e respondo toda a semana ou assim que tenho tempo

Obrigada a todos que deixam suas mensagens

=)

Postar um comentário