JulianaSphynx.blogspot.com

Biologia e coisas que poucos gostam. Talvez esse seja o tema do Blog.

Juliana Sphynx: Penas

27.1.08

Penas

Apenas as aves possuem penas. São estruturas epidérmicas mortas formadas exclusivamente por queratina que tem diversas funções: isolamento térmico, proteção do corpo, atrativo para reprodução, dimorfismo sexual, impermeabilizante, protege dos raios solares, auxiliam no vôo...
julianasphynx.blogspot.com
Cerca de 30% do total de penas de uma espécie são encontradas na cabeça e pescoço.
julianasphynx.blogspot.com
Algumas aves perdem parte de suas penas no verão e ganham novas no inverno como proteção contra o frio.
julianasphynx.blogspot.com
Os machos de algumas espécies possuem penas diferenciadas (mais coloridas, penachos ou caudas maiores) que servem como atrativo para as fêmeas na época de reprodução. Um bom exemplo é o caso do pavão, onde somente o macho possui uma enorme cauda colorida que se abre quando quer chamar a atenção do sexo oposto.
julianasphynx.blogspot.com
Cauda de um Pavão Verde de Java macho (Pavo muticus)
julianasphynx.blogspot.com
Cada pena possui uma estrutura especializada para a função que exerce.
julianasphynx.blogspot.com
As partes básicas de uma pena são:
julianasphynx.blogspot.com
Cálamo: Ponta oca localizada no final da pena que fica enterrada na pele da ave (fixação)
Ráquis/Raque: Parte central da pena (sustentação)
Vexilo/Barbas: Ramos que estão presos na raque (penas)
Bárbulas: Ramificações das barbas (plumas)
julianasphynx.blogspot.com
Pena
julianasphynx.blogspot.com
Pluma ampliada
julianasphynx.blogspot.com
As penas são denominadas de acordo com sua função:
julianasphynx.blogspot.com
Rémige: Penas de vôo da asa. Possuem formato longo e irregular.
julianasphynx.blogspot.com
Rémige de um Pardal (Passer domesticus)
julianasphynx.blogspot.com
Rectriz: Penas de vôo da cauda. São freqüentemente simétricas.
julianasphynx.blogspot.com
Rectriz de um Pombo (Columba livia)
julianasphynx.blogspot.com
Tetriz: Penas que revestem o corpo. Possuem barbas na coloração do animal e plumas perto do cálamo.
julianasphynx.blogspot.com
Tectrizes coloridas de Periquito Australiano (Melopsittacus undulatus)
julianasphynx.blogspot.com
Pluma: Isolante térmico que fica em baixo das tetrizes.
julianasphynx.blogspot.com
Pluma de Periquito Australiano (Melopsittacus undulatus)
julianasphynx.blogspot.com
Os filhotes são cobertos por plumas denominadas penugens que auxiliam no seu isolamento térmico. Depois de certa idade, essas plumas ficam por baixo das demais penas.
julianasphynx.blogspot.com
Filhotes de Periquito Australiano (Melopsittacus undulatus) dando início a plumagem adulta (penugem sendo recoberta por pequenas penas coloridas).
julianasphynx.blogspot.com
Existem alguns casos especiais de penas. O mais comum deles é a Pluma Pulverulenta.
julianasphynx.blogspot.com
Plumas pulverulentas: As barbas dessa pena desintegram-se a medida que crescem e transformam-se num pó fino impermeabilizante. Algumas aves como as garças, gaviões e papagaios utilizam esse pó como impermeabilizante de suas penas distribuindo com o bico pelo corpo todo.
julianasphynx.blogspot.com
A habilidade de voar das aves dá-se pelas penas de contorno (rémige + rectriz + tetriz). A combinação dessas penas faz com que a ave ganhe habilidades aerodinâmicas.
julianasphynx.blogspot.com
As penas menores deixam a ave plana enquanto as maiores atuam como um leme dando controle maior no vôo.
julianasphynx.blogspot.com
Exemplos de penas de contorno de um Periquito Australiano (Melopsittacus undulatus). De cima para baixo: tectriz, rectriz e rémige.
julianasphynx.blogspot.com
A coloração das penas varia muito de espécie para espécie.
julianasphynx.blogspot.com
Algumas utilizam as cores como dimorfismo sexual, como é o caso do Pato Real (Anas platyrhynchos), onde o macho possui a cabeça verde e cores fortes, enquanto a fêmea é marrom fosca.
julianasphynx.blogspot.com
Outras espécies utilizam a coloração das penas para camuflagem. Como é o caso do pardal (Passer domesticus).
julianasphynx.blogspot.com
Diversas cores são modificações feitas em laboratório para fins comerciais (animais domésticos). Como é o caso do Periquito Australiano (Melopsittacus undulatus) que originalmente encontra-se apenas em tom verde.
julianasphynx.blogspot.com
Foto de penas rémige de dois Agapornis (Agapornis sp.)
julianasphynx.blogspot.com
Alguns problemas genéticos ou da alimentação podem alterar a cor da plumagem de uma ave. Os mais comuns são:
julianasphynx.blogspot.com
Melanismo: Excesso de melaninna. Torna o animal de plumagem normal (clorida ou clara) em escuro (preto ou marrom).
julianasphynx.blogspot.com
Flavismo: Excesso de pigmentos amarelos
julianasphynx.blogspot.com
Leucismo: Dá a cor branca a animais geralmente escuros ou coloridos.
julianasphynx.blogspot.com
Albinismo: Ausência de pigmentos, podendo originar animais totalmente brancos, assim como o leucismo.
julianasphynx.blogspot.com
Pavão (Pavo cristatus) leucístico.
julianasphynx.blogspot.com
A forma mais fácil de saber se o animal é albino ou leucistico é observando a tonalidade dos olhos, que nos albinos tem tom avermelhado ou rosado.
julianasphynx.blogspot.com
Giandromorfismo: Confusão no dimorfismo sexual. Animal com metade da plumagem característica de fêmea e metade macho.
julianasphynx.blogspot.com
julianasphynx.blogspot.com
Curiosidades:
Os flamingos ingerem uma substância presente em crustáceos chamada caroteno que é responsável pela coloração rosada da ave. Na falta da mesma, suas penas tornam-se esbranquiçadas.
julianasphynx.blogspot.com
Flamingos-Chilenos (Phoenicopterus chilensis)

3 Comentário(s)

Blogger Rick comentou:

Ótimo post sobre penas!! =)
Ficou mt legal mesmo. Fico bem detalhado mas mesmo assim consegue deixar bem claro nas explicações.

8:09 PM  
Blogger ALEX SANDER ALEXANDRE DA SILVA comentou:

olá,preciso de uma ajuda,,,porque uma femea de periquito australiano nao deixa o macho comer? não entendo nada,,mais será porque ela nao gostou do macho?,,se puderem me ajudar agradeço desde já!!!

11:16 PM  
Anonymous JulianaSphynx comentou:

ALEX SANDER ALEXANDRE DA SILVA:
Eles estão em período de reprodução? Existe alguma briga?
Você deve observar se há brigas entre o casal alem do fato de não o deixar comer. Caso seja briga é melhor os separar.
Existem duas postagens sobre periquitos para tirar dúvidas...

9:56 AM  

_______________________

** Desculpem! Mas temporariamente não estou aceitando comentários de pessoas que não sejam registradas!

Leio e respondo toda a semana ou assim que tenho tempo

Obrigada a todos que deixam suas mensagens

=)

Postar um comentário